Politicos-homens de bem

quarta-feira, março 14, 2012

 

Nova era...

OK!!! Voltei!
Socrates gozou connosco, partiu, agora vive de rendimentos e so what?????
Agora temos um novo primeiro ministro (à semelhança de Socrates) e vamos de vento em poupa...(será que é assim que se escreve?)
Quem manda é a "TROIKA" mas estamos todos contentes.
Cada vez mais me envergonho de ser português...

sexta-feira, novembro 13, 2009

 

DEVERÁ O PRIMEIRO MINISTRO ESCLARECER A NAÇÃO SOBRE AS ESCUTAS A QUE (NÃO) FOI SUJEITO?

Não!!! Nunca!!!
Mas porquê? Reparem só neste pequeno exercício:
Não foi este primeiro ministro que fez falcatrua com o curso que (não) tirou mas que queria ser engenheiro? Não posso dizer que não tirou pois ele diz que sim; mas já posso dizer que andou aos pulos de faculdade em faculdade, tinha professores que eram ao mesmo tempo professores de mais de 3 ou 4 cadeiras e amigo dele. Fez exames por fax e ao domingo, acabou o curso numa universidade que teve de ser fechada pela vergonha que lá se passava, etc...

Não foi este ministro envolvido no caso "freeport"? ( e dessa não se livra, só do envolvimento, claro)

Berlusconi é um menino de coro ao pé deste ministro (que até é Primeiro Ministro).

Também temos um povo que vota em cadastrados, implicados em casos de crime, condenados nesses mesmos casos, etc. O que querem afinal?

Os nossos politicos atiram-se ao rtio Tejo para fazr campanha; entram no "big brother" e coisas afim; já lá vai o tempo em que me ria quando o Imperador Bokassa se quiz atirar ao rio da terra dele para comemorar nem me lembro do quê, já...

Deixem-se de falsas moralidades e desenrasquem-se que é assim que se vive em Portugal.

segunda-feira, julho 14, 2008

 

SER POLITICO NÃO É PARA QUALQUER UM...

video

quarta-feira, outubro 03, 2007

 

A UNIÃO EUROPEIA, O MERCADO COMUM E PORTUGAL

Não entendo muito bem isto do mercado comum, da CEE, da União Europeia, etc..., já foi CEE, já houve o ECU, bem... sempre que existe um referendo que corre mal, mudam-se siglas, nomes, e o que demais aprouver. Mas isto são divagações de quem nada percebe...

Portugal, através de Mario Soares e da sua fundação (de dinheiros dúbios) conseguiu um contracto de fornecimento de petróleo da Venezuela a preços muito bons (para nós). Conseguimos assim, 30% das nossas necessidades energéticas a preços que nada têm a ver com os praticados dentro da Comunidade Europeia. Mas afinal é assim? Ouvi na televisão, um comentador dizer que o governo não poderia, directamente, fazer o negócio pois, no ambito do mercado comum, era "chato; por isso foi através da fundação do nosso Marocas. Então o mercado comum funciona até que alguém se desenrasque..., criam-se as regras, os preços e demais medidas para o mercado comum, mas... se alguém arranjar melhor lá fora... vai de embute; nem que seja comprar a um país governado por um palhaço ditador...; negócios são negócios (dizia o tal comentador), ainda vou ver Portugal comprar algo a contrabandistas ou material roubado. Negócios são negócios!!!.

Se os outros membros da União Europeia fizerem o mesmo, teremos cá um mercado comum... se calhar para vender material chinês...

sábado, setembro 29, 2007

 

A REFORMA

É sabido, como tantas vezes diz um amigo meu, que só tem direito à reforma quem trabalhou. Também é sabido que nem a esta regra falta a excepção, por exemplo, os políticos e titulares de cargos públicos e amigos (não caberiam aqui os exemplos que existem).

Mais, acabaram-se as reformas antecipadas. Não há dinheiro para se pagar... mesmo sabendo que as pessoas só têm direito a cerca de 2% do ordenado por cada ano de descontos, sendo por isso bastante penalizado, ainda se penaliza mais 6% por cada ano que falta até aos 65 anos (mesmo assim, só se existirem 30 anos de descontos aos 55 anos de idade).

Agora reparem no exemplo de um trabalhador que vai (por imperativo da lei) para a reforma aos 60 anos; nos últimos 2 anos auferia um rendimento mensal na ordem dos 15000€, tendo a sua carreira contributiva sido a esse nível durante 30 anos. Vamos lá que a média dos melhores, etc, daria 10.000€; de grosso modo, a 2% por ano de descontos a sua reforma iria ser qualquer coisa como 6000€ mensais. Não, a caixa Nacional de Pensões não paga mais que 4470€!!!.
Bom, será que esse trabalhador não teria o direito de dizer: "Não, não desconto mais que X"?
porque para aquela verba mensal não era necessário descontar tanto. Ainda por cima, o trabalhador só constata esse facto no dia em que vai para a reforma... claro que se tivesse trabalhado no Banco de Portugal (por exemplo) apenas 6 anos, poderia ter uma reforma na ordem dos 7000€ mensais, ou se fosse deputado, ou membro do governo...

Eu até propunha que o trabalhador do exemplo fosse penalizado em 6% por cada ano que falta até aos 65; i.é, levar ainda uma penalização de 30% sobre os 4470€ (sim, não é sobre o que ele pensava que tinha direito...pensava!!), assim o governo mostrava ao povo que estava a trabalhar bem para a sustentabilidade da segurança Social, uma vez que, pelos vistos, tornou a falhar com as medidas que tomou recentemente, e além do mais, teria o povo do seu lado pois ganhar na reforma mais de 3000€ não é para todos e até já está muito bem pago.

Já só estou à espera que a companhia de seguros onde tenho um PPR, me diga, no fim deste ano, que afinal, como não têm dinheiro só me vão dar metade do que tinha direito, e vou com sorte...
Português

 

IMPORTANCIAS!!!

As coisas têm a importância que lhes damos..., para uns existem coisas importantes, outras menos importantes e para outros existem antes coisas menos importantes e outras mais importantes...

Também não é menos verdade que somos julgados, muitas vezes, pela importância que damos às coisas. Assim, é chamado de irresponsável aquele que não dá importância a um assunto de sobeja importância ou que diga respeito a todos ou quase todos.

Agora, negar importância ao futebol e a tudo que com ele se relaciona..., claro que interromper uma entrevista com o Senhor Santana Lopes para dar a chegada do Mourinho a Lisboa é mais que válido!!, também já se tinha passado algo semelhante durante um "forum" a respeito das condições das escolas em portugal, que foi de imediato interrompido para dar em directo a caravana do Sporting a dirigir-se para o estádio; só que desta vez o representante do governo não teve a atitude desproporcionada de se levantar e ir embora, e até desejou boa sorte ao Sporting para o jogo dessa noite. É bonito!! Claro que esse indivíduo mostrou o que era realmente importante.

Só que, infelizmente, não temos a televisão que merecemos, temos a que nos impõem.
Não sei que tipo de doença têm os directores da SIC (e outras), que nem reparam no que andam a fazer. Serão mesmo todos estúpidos? não acredito! deve haver alguém menos parvo; não deve ter é voto na matéria...
Português

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

 

O ABORTO

Vem aí o refrendo sobre a despenalização das mulheres que fazem aborto até às 10 semanas. Há 20 anos para cá, alguma foi penalizada (sem contar com o facto de terem de ir a tribunal serem absolvidas)?

É consensual que, quando uma mulher faz um aborto, não o faz de animo leve. É uma prova dura, é com grande desgosto e mais tudo o que fôr. Concordo. Agora, os defensores do "NÃO", perante a pergunta do referendo (que, realmente não lembra ao diabo), defendem logo que as mulheres passarão a fazer abortos por dá cá aquela palha. Já não são responsáveis , nem civilizadas.
Então??? Não despenalizamos as mulheres? Pronto, vamos começar a prende-las e com penas pesadas.

Porquê até às 10 semanas?, porque não até às 10,1 semanas?

Dêem a maó à palmatória, despenalizem as mulheres que fazem aborto, os toureiros que matam os touros e resumam-se à vossa incapacidade de lidar com esses problemas.

Não estão já tipificados todos motivos que poderão levar uma mulher a fazer um aborto sem ser penalizada? Ainda faltam alguns? Então incluam esses alguns e deixem-se de tretas.

sábado, janeiro 13, 2007

 

O NOSSO SALVADOR

Desloca-se o "nosso" presidente à India para criar e solidificar laços comerciais (e não só), pois é muito importante para o desenvolvimento do nosso País.
Levou com ele o dono da mercearia "Estrela do bairro", alguns comerciantes de cassetes piratas, 2 ou 3 patos bravos, enfim... encheu o avião.
Só é pena que, numa outra ocasião (curiosamente era Cavaco e Silva primeiro ministro), outro presidente pensou (e fez o mesmo) mas o governo de então, não considerou importante esse gesto.
Agora, sim! agora é que é importate trazermos as especiarias da Índia. Só este Presidente tem categoria para negociar com os descendentes de Ghandi, pois é contabilista (ou economista, ou lá o que fôr).
O ministro dos Negócios Estrangeiros até tocou no assunto, mas... levou logo nas orelhas. Pudera... o homem que nunca se engana e raramente em dúvidas, tinha a certeza que só depois do "tsunami" é que se poderia fazer negócio...

This page is powered by Blogger. Isn't yours?